Do amor ao planeta Terra, nasceu a Eyrá. 

Com nome inspirado num felino da fauna brasileira, a Eyrá nasceu bem longe daqui. Foi numa viagem à Índia e Nepal em 2020 que a curitibana Giovana Werneck se apaixonou pelos processos artesanais na fabricação de acessórios de moda que são ao mesmo tempo belos, ricos em detalhes e amigos do planeta. 

Sua formação em engenharia de produção se evidencia na utilização de matérias primas mais sustentáveis, processos mais artesanais e uso de mão de obra ética e nacional para a criação de peças com desenhos geométricos e fluídos, encaixados como um quebra-cabeças, salientando o que o design traz de mais belo. O resultado são peças únicas, de luxo, com quantidades numeradas e acabamento primoroso. Uma peça Eyrá é inteiramente pensada para estar sempre na moda.